quarta-feira, 26 de novembro de 2008

Jornada de uma vida















O André Luiz, desencarnou

Mas o Luís Salgado,

Ainda está ao meu lado


Nas caminhadas da vida me perco

Mas este meu amigo com muita calma

Clareia as sombras e ilumina minha’alma


Na magnitude Divina

Pude desfrutar nesta vida

De Espírito amigo, com muita sabedoria


Nos véus da ignorância,

Muitas vezes me encontro

E mais uma vez este amigo

Estende as mãos e me levanta


Sempre que a tristeza aparece

Nossas mentes se entrosam

Por telepatia conversamos

E as amarguras extravasam


Nos estudos de Kardec

Dividimos a humildade

Nas ações do dia a dia

Exercitamos a Caridade


E assim o tempo passa

Jogando prata em nossas cabeças

Marcando a alma, com lições de vida

E deixando no corpo, lembranças de longa subida.


Autora: Michele Pozitano


"Este poema foi concebido por minha irmã espiritual Michele Pozitano. Não sei se o espaço é merecedor de tanto amor e carinho a meu respeito. Apesar do poema se relacionar a mim, não podia deixar de exibi-lo. Acredito que o que importa aqui é a demonstração dos sentimentos mais sublimes que podemos ter na vida que é o amor ao próximo. Como divulgador da doutrina, não poderia deixar passar este exemplo belo e cristão. Quero que tomem o texto com exercício de dedicação ao proximo como minha irmã de alma a fez para mim. Façam aos seus entes queridos. Escrevam palavras de otimismo e conforto. Critiquem de forma auxiliadora. Tenho certeza que tornaremos o nosso mundo mais belo e regenerado. "

Nota: André L. Salgado


Nenhum comentário:

Blogger news

About

Loading...

Blogroll

Pesquisar este blog

Blogger templates