sexta-feira, 22 de agosto de 2008

"Casinha"



Dias e noites nos dá o tempo de cada dia
Trevas e luz norteiam o espetáculo da vida
Casinha minha
Que me dá oportunidade de crescer a cada dia

Casa de memórias esquecidas
Memórias aflitas suplicando a vida
Casinha minha casinha
Que me dá o pão de cada dia

Nesse mar azul anil que resplandece o firmamento
Vigiado por estrelas mil
Casinha minha casinha linda
Agradeço a Deus a morada minha

E com um jogar de palavras
Identifico com muito amor e fervor
Que com orgulho a denomino
Terra






Autor
André L. Salgado



Um comentário:

Camila disse...

Uau, mto bonito viu!
Saudades andré!
Adorei o blog!
bjauum

Blogger news

About

Loading...

Blogroll

Pesquisar este blog

Blogger templates