quarta-feira, 5 de maio de 2010

Acordemos irmãos!














Gostaria de que um texto impregnado deste conteúdo não precisasse ser escrito em pleno século XXI. È muito triste ver a humanidade envelhecer sem nenhuma modificação íntima. Como ainda vivemos dentro de mundos criados por nós, deixando que o tempo apague as janelas e portas por completo, escurecendo o anterior de nossas vidas, se comprazendo com sofrimentos e amarguras do passado.

Fico imaginando em como essas vidas conseguem viver dentro de um canto sombrio, sem uma fresta se quer de luz para iluminar o ambiente. Mas ao mesmo tempo, temos que compreender que existem pessoas que ainda não enxergaram a luz e não sabem o quanto são belos esses outros mundos que existem no universo. Clarear essas consciências é um trabalho tão intenso como ensinar um cego de nascença, que acabara de recobrar a visão, a enxergar e definir as cores. É querer ensinar equações de segundo grau a crianças que não entendem nem uma prova real para uma conta de adição. Dá uma frustração não? A vida está movimentando e o conhecimento e o discernimento está aumentando por meio da sabedoria, e quando percebemos, damos de cara com uma realidade arcaica em nossos tempos, em épocas que todas as discussões de ordens preconceituosas estão sendo iluminadas pela valorização do ser integral, contrariando pensamentos depreciativos nas questões étnicas, ideológicas e culturais. Com certeza, pessoas dessa natureza irão ler esse texto e fazerem um grande bico. Vão se calarem por falta de argumentação e ainda levarei uma pueril criticada sem fundamentos lógicos e muito menos amorosos.

Ah! Como é bela a luz do mundo! Fico imaginando quantas luzes ainda não conheço. Com certeza há de ter universos incomensuráveis de luzes vindouras.

Libertem-se irmãos. O Sol é para todos. As oportunidades batem em nossa porta incessantemente e não devemos desperdiçar mais. O dever de sermos úteis a todos está aí ao alcance de todos . Saibam escutar o próximo, respeitem seus familiares com amor e não com intempéries sem finalidade. Dialogue e conheça seu próximo. Desfranjem as testas e abram um sorriso de amor ao mundo. Ele precisa de você para a dignificação do presente e as colheitas de amor no futuro. Não confundamos amor com posse. Saiba amar sem cobrar retorno. Não façam de suas vidas as amarguras do passado. Façam um carinho e dêem um beijo antes de dormir em seus filhos. Catives para ser cativado, abraces para ser abraçado, respeites para ser respeitado e ame para ser amado.

Enquanto isso irmãos mais esclarecidos, saibam ter paciência, resignação e tolerância, pois a responsabilidade nos clama força. Essas vidas são nossa oportunidade de mostramos porque aprendemos tanto em nossas existências. Façamos o amor prevalecer sem esmorecer. Precisamos agir com firmeza, pois o amor nem sempre nos remete a dar legarias, mas uns puxões de orelha também. Sejamos a luz e o exemplo de tudo que foi descrito no parágrafo anterior. Saibamos que não podemos cobrar algo que não temos dentro de nós. Somente fortalecendo a luz interior, por meio de exemplos reais, podemos iluminar esses mundos perdidos na escuridão. Sejamos instrumento de perdão, concórdia e amor sempre, mas sem perder o auto-respeito jamais. Quem sabe um dia essa chama não se acenda. Só termos fé.


Como disse Jesus:

“Amai a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a ti mesmo”.


Muito Obrigado!

Nenhum comentário:

Blogger news

About

Loading...

Blogroll

Pesquisar este blog

Blogger templates