sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

O Consolador – Diante da Eternidade



















Morada Excelsa de luz

Na expectativa de presenciar o verdadeiro amor que me conduz

Encho-me de júbilos na imortalidade

Pensamentos de pura sublimidade


Fluidos etéreos de puro amor

Vivencio enfim, o verdadeiro sentido do labor

Sinto-me mergulhado no mar de eterna calmaria

Tendo como pensamento, a expressão plena de sabedoria


...mundos superiores!


Rodeado de pensamentos de amabilidade

Cerram-se os véus da materialidade

Vejo nessa nova paisagem

Infinitas possibilidades que se abrem


Luzes emergem de todos os cosmos magníficos

Jesus é o mestre consolador e irmão dos aflitos

Apresentou-se como ser de notória perfeição

Fazendo-se limitada minha linguagem ao exemplificá-los tal glorificação


Como foras prometido em época de iniqüidades

Envolto de magnânima felicidade

Soa sua voz terna e compassiva

Convidando-me paternalmente e altiva


“Hoje estás comigo no paraíso, meu irmão”


Como novo espírito iluminado, sou anunciado em seu clarim

Vibrações suntuosas apoderam-se de mim

Sentidos ignorados abrem-se como velas ao vento

O cenário divino se apresenta colocando-me como advento

Sendo novo mensageiro dos irmãos desamparados

Trabalhos de profunda sutileza serão designados

Mundos sedentos de amor me aguardam fraternal

Pois são chegados os tempos de servir a humanidade universal


Ditado por: אנדרו סלגאדו

Nenhum comentário:

Blogger news

About

Loading...

Blogroll

Pesquisar este blog

Blogger templates